segunda-feira, abril 16, 2012


Vem sempre que puder, que quiser, que precisar. Vem que eu te escuto, te protejo, te cuido, te mimo, te amo.
— Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário